14 de jul de 2013
Capitulo 2-A Caminho da Cidade de Nacrene!O Slakoth Desobediente!

A caminho do Ginásio da cidade de Nacrene,a dupla faz uma pausa na caminhada para o almoço:
-Hum...Tenho que admitir ,a sua comida é ótima.-Sam elogia os métodos de cozinha de Manuel.
-Obrigado.-Agradece.-É uma honra ser elogiado por você-Brinca.
Derre pente ,Slakoth sai da sua Pokébola.
-O que foi?-Pergunta Sam confuso.O Pokémon preguiça demonstra que está com fome-Agora você quer não é?-Pergunta  em um tom irônico.-Manuel ainda tem comida pokémon?-Pergunta.
-Tem sim-Afirma.-Você tem sorte Slakoth,mais uns minutinhos e tinha acabado tudo.-Entrega um pote de comida ao o pokémon.A ''Preguiça''cheira a comida ,e com raiva joga o pote em cima de Manuel e sai correndo.
-Slakoth!-Sam sai correndo atrás de seu pokémon.Slakoth para despistá-lo joga uma esfera negra ,que vai em direção ao seu novo treinador.
-Pikachu,Esfera Elétrica!-Ordena Manuel.
O Pokémon Rato,acumula sua eletricidade em sua cauda,e ela se torna uma esfera.


Então Pikachu lança sua esfera que colide com a negra,causando uma pequena onda sísmica,fazendo Sam cair no chão.
Slakoth aproveita a distração que causou e foge.
-''Por que será que ele fez isso?''-Mentaliza Sam.
-Você está bem?-Pergunta Manuel,ajudando seu amigo a se levantar.
-Sim...-Afirma-Mas por que será que ele nos atacou?-Pergunta.
-Vamos atrás dele!-Exclama Manuel.
--------------------
Slakoth corria surpreendentemente  rápido.
''Quem aquele garoto pensa que é?Mas se ele não sabe cuidar bem de um pokémon,imagine oque ele faria comigo.Como ele quer ser um Especialista em tipos de pokémons normais?Ele não sabe nem o que dar de comida a um pokémon.''-Pensava.
----------------
Sam e Manuel procuraram a tarde inteira,mas parece que o pokémon preguiçoso tinha evaporado.

Manuel pega a Pokédex:
'


''O coração de Slakoth bate apenas uma vez por minuto.Quase sempre,ele fica fazendo absolutamente nada.É muito raro vê-lo se movimentar.''-Explica o aparelho.
-Nossa,o Pokémon da sua Família é muito especial.-Afirma Manuel.-Ele estava correndo muito rápido.-Relata.
-Sim.-Afirma.-Ele está na minha família a gerações.-Explica.
-Ele deve ser muito velho.-Supôs Manuel.
-Vamos voltar.-Fala Sam-amanhã terminamos nossa busca...-Boceja.
-Ok.-concorda.
Chegando na clareira ,eles armam as barracas e vão dormir.
-------------
No meio da noite,Sam sente um presença.É como se ele tivesse uma ligação com Slakoth,e sabia que a preguiça estava ali.
Saiu da barraca e contemplou Slakoth observando a Imensa e incrível Lua Cheia.
O Pokémon sentiu a presença de Sam,mas não se mexeu.Quando o garoto ousou em se aproximar,o pokémon pode expressar sua cara de raiva.
-Rápido Deerling !Use o Aroma Terapia!-Ordena o garoto.


De sua pequena flor na cabeça,sai uma fragância muito adorável ,acalmando a fúria de Slakoth.Sam recolhe ele para dentro da pokébola.
Mas a ira de Slakoth volta e ele sai da pokébola!
Então ele cospe uma nevasca.
-Deeling use o Esfera de Energia
!-Ordena.
O impacto da Esfera joga Slakoth  longe.

Sam corre até o seu pokémon e o recolhe em seus braços.

-Slakoth...Por que você está assim?-O garoto leva o pokémon até a sua barraca e passa o resto da noite,tratando dos ferimentos da Preguiça,e quando os primeiros raios de sol apareceram,ele cai no sono junto ao seu pokémon.
-------
Quando Manuel acordou,notou a devastação da clareira onde estavam e logo foi perguntar a Sam se ele sabia o que tinha ocorrido.
Depois das explicações,a dupla tomou rumo para o Centro Pokémon mais próximo,pois Sam precisava falar com sua mãe.

-----------
No centro :
Sam ,se encontrava ajustando o Videograma.:
-Oi meu filho!-Exclama a mãe ,feliz em vê-lo.
-Oi mãe-Sorri.
-Então,já capturou algum Pokémon?-Pergunta curiosa.
-Sim-Afirma-Eu capturei um Deerling,ou melhor,ele me ''capturou''.-Relata.
-Que bom meu filho-Afirma-Mas,como está o Slakoth?-Pergunta.
-Era sobre isso que eu queria falar com a senhora.-Afirma com uma expressão séria.-Ontem na hora do almoço,quando fomos dar comida ao Slakoth,ele ficou enfurecido e nos atacou e depois fugiu!-Explica Sam.
-Eu creio que sei o que está acontecendo-Teme-O problema do Slakoth e que ele precisa de vez enquanto as Frutas do Pomar Amarelas,pra conseguir completar a digestão de muitos alimentos,se não comer,ele vai ficar doido.-Explica.
Fruta do Pomar Amarelo
-Espera ai!-Exclama Manuel-Quer dizer que ele está agindo assim,só por causa de uma frutinha?!-Pergunta raivoso.
-Mãe,onde posso encontrar essas frutas?-Pergunta Sam.
-Pergunte a Enfermeira Joy,concertesa ela sabe.-Aconselha.
-Obrigado mãe!-Agradece.
------------


-Sim,o pomar se localiza a 2 quilômetros ao Sul.-Explica a enfermeira-Mas tomem cuidado!-Alerta.-Esse pomar está cheio de Pidgeots selvagens,que não gostam de invasores.-Explica.

-Não...-Sam sai correndo em disparada.
-Ei!Por que está correndo?-Pergunta Manuel tentando alcançá-lo .
-Se o Slakoth quer essas frutas,ele vai atrás delas.-Afirma.
-E o que tem?-Pergunta Manuel.
-Se ele for para o pomar,os Pidgeots vão machucar ele!-Exclama.
Então a dupla corre o mais rápido possível para salvar o Pokémon.
------------

No pomar,Slakoth se esgueira entre as folhagens,para comer as frutas.Se esgueirou,pegou algumas frutas e começou a comer devagar até pegar no sono.
Um dos pidgeot do bando andava por ali,e foi seguindo a trilha deixada por Slakoth e encontra o pokémon adormecido.O pokémon Pássaro dá um grito ,alertando a todos do seu bando.Os pokémons estavam prontos para atacar quando Sam entra na frente e recebe as bicadas furiosas em suas costas.
-Pikachu!Use o Investida Trovão!-Ordena Manuel.

O pokémon,acumula sua eletricidade em volta do seu corpo e investe contra os Pidgeots ,derrubando-os.
-Slakoth...Você está bem?-Pergunta Sam.
-Sla...-O pokémon afirma.
-Que tal a gente ajudar o Pikachu?-Pergunta Sorrindo.O pokémon concorda.-Muito bem,use o Poder Oculto!-Ordena..





O Pokémon acumula sua energia e cria várias esferas e as lança nos Pidgeots .













O bando se enfurece e investe no quarteto
.






-Muito bem ,Audino use o Pulsação de Cura!-Ordena a Enfermeira Joy decidida a ajudá-los.


Audino cria uma esfera em suas mãos,que vira ondas e acalmam os pokémon ali presente.
-As vezes,não se trata de lutar mais sim ajudar.-Explica Joy.




Slakoth pula no colo de Sam e o abraça.



Narrador:Tendo então Slakoth se aborrecido com Sam,o garoto demonstrou que ele pode confiar nele enquanto a jornada continua....

0 comentários: